13.09.2022

O símbolo do Pai é entronizado!

Ir. M. Ramona Schneider
Kroatien

“Um só coração no Pai.”

 

O 27 de agosto de 2022, um sábado, tem três comemorações:

  • 13º Aniversário da bênção do Primeiro Santuário na Croácia,
  • Dia da Mãe Peregrina
  • Entronização do Símbolo do Pai no Santuário.

Nosso primeiro Santuário está em Mala Subotica, na Diocese de Varaždin. Um lugar distante a 100 km, ao norte de Zagreb.

Uma coroa de ciprestes, circunda o local do “Santuário do Rei e da Rainha” e emoldura o Santuário, por assim dizer, que estava lotado com cerca de 1500 pessoas da Família de Schoenstatt da Croácia.

Entre eles, também o bispo local, Dom Bože Radoš e cerca de 20 padres, de diferentes paróquias, incluindo o Padre carmelita Drago Marić (foto ao meio: à direita do bispo), que estava presente, quando o Padre Kentenich faleceu, em 15 de setembro de 1968.

Todos ficaram felizes por poder se reunir, novamente, após o longo período de isolamento pela Covid. Esse reencontro para a entronização do Símbolo do Pai foi na hora certa. Assim, o slogan “Um só coração no Pai” tornou-se realidade. Foi uma honra para muitos serem fotografados ou tocarem o Símbolo do Pai, antes dele ser finalmente entronizado no Santuário. Muitas pessoas me pediram: “Irmã, fique ao lado do Símbolo do Pai, vamos tirar uma foto sua.”

Mais de 30 voluntários ajudaram na organização e realização dessa grande festa. Rapidamente e com atenção aos detalhes, mãos generosas arrumaram tudo.

Muitos schoenstattianos que vieram de lugares distantes, até hoje agradecem e elogiam o grande empenho da Família de Schoenstatt local.

Oração de um família schoenstattiana para a entronização do Símbolo do Pai no Santuário:

“O que você imaginou, Pai, quando nos uniu, neste tempo, pelo santo sacramento do matrimônio! Que marcas vamos deixar?
Esse é o segredo da vida. Quanto tempo temos para descobri-lo?
Não entendemos muito…
Ajuda-nos, Pai, e ensina-nos a viver em união contigo, para que nunca nos percamos uns aos outros. Tu, amado Pai Celestial, é nosso passado, presente e futuro!”

O Símbolo do Pai vem do Brasil, direto de Santa Maria.

Por meio de minha coirmã alemã, Ir. M. Mathilde, que vive e trabalha como irmã missionária no Brasil, pude encomendar o Símbolo do Pai, de lá, em 2020.

Ir. M. Roseli o moldou muito bem para nós, exatamente no formato do Símbolo do Pai, do Santuário Original.

As duas Irmãs também cuidaram que o Símbolo visitasse locais importantes do Brasil, antes de ser enviado, como o túmulo do Sr. Pozzobon e o Santuário Tabor. Elas cuidaram de um transporte seguro para Schoenstatt, onde recebi o Símbolo.

 Nossas irmãs no Brasil também tornaram o Símbolo do Pai muito precioso com suas orações.

Esta bela experiência de ajuda e colaboração de minhas coirmãs me fez experimentar a realidade de que somos realmente “um só coração no Pai”.

 A partir de 2021, este Símbolo peregrinou pela Croácia e, assim, criou vínculos para o alto e entre nós. Certamente, a Divina Providência planejou tudo, de tal modo que este Símbolo do Pai encontrasse o caminho de Santa Maria até a Croácia. Vindo exatamente de onde o Sr. João Luiz Pozzobon iniciou seu apostolado com a Mãe Peregrina.

Desde 1998, a Mãe Peregrina conquistou muitos lares e corações na Croácia.  Ao longo dos anos, ela cuidou que Schoenstatt chegasse a muitos lugares.

Um testemunho

????????????????????????????????????

“O dia da entronização do Símbolo do Pai foi muito especial e maravilhoso para mim. Porque senti de modo especial que sou o filho amado do Pai, que ele está feliz comigo e que me aceita inteiramente.  E o melhor é que pude ter essa experiência junto com outros membros do nosso Movimento, porque virem muitas pessoas de regiões diferentes para este evento. Especialmente no sábado, o podia-se experimentar, de modo intenso, o espírito de fraternidade, sim, uma comunidade no coração do Pai!

 Já não consigo imaginar o santuário sem o Símbolo do Pai! Parece-me que ele sempre esteve lá, agora, apenas se tornou visível!

O Símbolo do Pai me mostra que o olhar misericordioso do Pai celestial repousa sobre mim, que ele cuida de mim, que me acompanha e que deseja vincular-se comigo de modo profundo.

E, a coisa mais maravilhosa para mim é – o grande Deus quer ser um Pai terno para uma filha tão ‘pequena’.
Obrigada, querido Pai, por todo o seu amor, misericórdia e suas graças!”  I. Mikac

Na Celebração da Entronização do Símbolo do Pai rezamos:

Como tantas pessoas, nós também podemos experimentar o Padre Kentenich como transparente do Pai Celestial. Esta paternidade do Padre Kentenich vive em nossos corações. …
Para nós, ele é o sinal vivo do Pai Celestial.
Ele também nos vincula uns com os outros, para que nos tornemos cada vez mais um só “coração no Pai”…
Em suas palestras e homilias aprendemos muito

  • como o Pai celestial nos ama,
  • como ele é misericordioso conosco,
  • com que sabedoria ele nos conduz, em sua providência,
  • e como é bom viver como seus filhos amados.