10.12.2020

Duas vezes 80 anos

de Ir. M. Andrea Lisdat

– muitos eventos, inciativas e bênçãos!

Este ano não só alguns santuários na Alemanha celebram jubileus, mas, também nós,  Irmãs de Maria de Schoenstatt, comemoramos o jubileu da fundação de duas filiais, no norte da Alemanha.

Desde 1940: em Wilhelmshaven e em Neuenkirchen/Oldenburg.

Desde 14 de Setembro de 1940, as Irmãs de Maria de Schoenstatt estão no norte da Alemanha

Wilhelmshaven na Baixa Saxônia

Na crônica lemos:

“Em 15 de Setembro de 1940, a Mãe de Deus enviou, do pequeno santuário (Santuário Original), três Irmãs para a área da diáspora no Mar do Norte – Wilhelmshaven. Durante a solene recepção, em St. Willehad, foi rezado o seguinte: ‘Mãe, recebe esta comunidade e realize milagre da graças em toda essa região.‘

Era realmente uma grande área, abrangendo os povoados de Voslapp e Fedderwardergroden, com cerca de 20.000 habitantes… Cada vez mais pessoas, de todas as regiões da Alemanha, pela necessidade de sobrevivência, em tempos políticos difíceis,  procuravam estabelecer suas moradias nesses povoados”.

O próprio Pe. Kentenich deu às Irmãs o ideal da sua Filial:

“Nossas Irmãs agora estão indo para o Mar do Norte. Um novo mundo está surgindo lá. Que a Filial se torne um farol, uma ‘Maris Stella’ (Estrela do Mar) para todos.”

–  imagens históricas  –

A Ir. M. Stella Zelke, Superiora da Filial, em  Wilhelmshaven, desde 2016, nos dá alguns flashes:

Quando fui transferida para Wilhelmshaven, há quatro anos, fui com uma certa curiosidade. Afinal, eu vim da antiga RDA para o “Oeste”, ou melhor, do leste para o norte da nossa pátria alemã. O que me esperaria lá?

A Igreja aqui, como em muitas partes da Alemanha, é marcada pela reorganização das paróquias e pela situação da diáspora.

Uma experiência especial para mim foi a despedida da Ir. M. Giselind, que, após 32 anos, deixou Wilhelmshaven. Ao longo deste longo tempo, ela tinha orientado muitas gerações na fé. Ela realizou muitas atividades:  Tinha grupo de mães, círculo de Schoenstatt, pastoral dos surdos, realizou encontros com muitos grupos e pessoas individuais. Mas, a sua despedida é marcada pela esperança: “A Ir. M. Stella faz muitas coisas de forma diferente, mas fará bem e é bem recebida pelo povo!”

Em 15 de abril de 2018, a paróquia preparou para ela uma despedida inesquecível, segue algumas fotos.

Recentemente, enquanto atravessava a rua, um carro parou e uma mulher olhou pela janela e me disse: “Irmã, é tão bom que a senhora está conosco!” Eu não conhecia essa senhora, então, obviamente, ela não se referia a mim pessoalmente, mas a nós Irmãs de Maria.

“Olá, Irmã!”

assim me saudou, na rua, uma criança do Jardim da Infância. A minha coirmã e eu podemos experimentar que muitas pessoas sabem que são vinculadas a nós: pelos contactos que temos durante as compras, contando-nos as suas preocupações e intenções, pelo meu trabalho na creche, em lares para idosos, na equipe de pastoral. É bonito que a Mãe de Deus visite as famílias pela Imagem Peregrina e também por meio de nós. Agradecemos às nossas coirmãs que nos prepararam o caminho e estamos felizes por podermos continuar a trabalhar aqui.

Neuenkirchen na região de Oldenburg

Em 15 de Outubro de 1940, durante uma Santa Missa, no Santuário Original, foram enviadas as três primeiras Irmãs de Maria, pelo Pe. Kentenich, para a região de Oldenburg. Na breve conferência para a fundação dessa Filial, ele disse o seguinte:

Somos enviados pela Mãe de Deus, nós somos suas filhas e seus instrumentos. Vamos tornar-nos mães do povo. Se permanecermos fiéis a Schoenstatt, Oldenburg será abençoada por meio de nós.

– Irmãs da Filial em Neuenkirchen, 1953 –

Ao longo dos anos, a Filial cresceu. As Irmãs ajudaram a edificar a vida na paróquia de São Bonifácio, onde desempenharam muitas tarefas. A MTA tinha grandes planos para elas:

Por uma grande causa, desde o início

Desde 1946, as ajudaram muito para que os planos para a construção de um hospital especializado em psicoterapia e medicina psicossomática se tornassem concretos, em Neuenkirchen, a Clínica August Clemens. Os responsáveis contactaram o Pe. José Kentenich e pediram que as Irmãs de Maria de Schoenstatt trabalhassem na nova clínica. Ele concordou com este passo ousado e a direção da Província do Norte fez, então, este novo começo especial.

– zur Homepage der Clemens-August-Klinik –

O céu abençoou visivelmente

As Irmãs embarcaram neste novo começo com muitos riscos e incertezas.A publicação comemorativa pelo 50º aniversário da Clínica diz sobre as Irmãs:

“Elas começaram a trabalhar com força e entusiasmo juvenil. Nem a moradia improvisada na antiga escola primária e nem as dificuldades da guerra conseguiam dificultar a atuação delas. Elas aceitaram com naturalidade que nem sequer tinham camas, mas apenas sofás improvisados e pobres cobertores de lã. A vida simples das irmãs e as renúncias e privações evidentes foram visivelmente abençoadas pelo céu com muito sucesso no seu trabalho. (Fonte: Publicação pelos 50 anos da Fundação August Clemens, 2003)

 Ir. M. Sandra Michely, responsável pela Filial, dá uma breve visão sobre a atualidade:

“Atualmente somos em sete Irmãs e uma Irmã que vive e trabalha como externa, no Santuário, em Meppen.

Estamos sobre o fundamento das Irmãs que aqui começaram. Tal como elas, também nós nos sentimos enviadas pelo nosso fundador, Pe. José Kentenich.”

Com Maria, sob base da imagem cristã do homem

As nossas tarefas centram-se na área social e religiosa: na reunião criativa, nas atividades recreativas para os pacientes ou na biblioteca, no cuidado com o serviço de sacristia e ornamentação de nossa capela e também no acompanhamento das pessoas no lar de idosos.

Na forma como cuidamos das pessoas, queremos tornar concreto o amor de Deus e a proximidade da Mãe de Deus por meio de um encontro agradável, respeitoso, atento e responsável.

Unidas

Atravessamos juntas um período muito turbulento, temos de nos habituar a usar a máscara e temos que observar as regras de higiene. Mas, tudo isto não nos impede de estar, o máximo possível, a serviço dos pacientes da clínica. Estamos também sempre em contato com a comunidade paroquial, a população da aldeia, e as Mães de Schoenstatt.

Olhamos com gratidão para os 80 anos de trabalho aqui em Neuenkirchen.

Que a Mãe de Deus continue a abençoar o nosso trabalho.