22.11.2020

“Tu tens palavras de vida eterna!” (Jo 6,68)

de Ir. M. Christiane Manirambona

Vestição de seis noviças das Irmãs de Maria, em Burundi, Africa Central

Com grande alegria, celebramos, em 25 de outubro de 2020, a vestição de seis noviças. Todas elas participaram de um grupo vocacional e se sentiram tocadas pelo ideal de se tornar uma pequena Maria. Querem ingressar em nosso Instiituto e levar Cristo ao mundo.

Longa procissão

 Repletos de felicidade, chegaram os pais e parentes no Santuário de Mutumba, onde Maria, a Rainha da Confiança, os acolheu. O coro entoava hinos vocacionais, enquanto os pais aguardavam a entrada das noviças. Deixando a casa do noviciado, elas se dirigiram, em procissão, ao Santuário, onde rezaram silenciosamente. Após uma oração comunitária e a bênção de Monsenhor Anatole Ruberinyange, vigário geral de nossa diocese, todos, numa longa carreata, se dirigiram para a Igreja paroquial.

Vestes brancas e nome Kirundi “Mama”

Mons. Anatole, em sua homilia, falou sobre o evangelho do dia, que nos convida para amar a Deus e ao próximo. Contou-nos exemplos mostrando o quão longe este amor pode ir. Se as noviças recebem o seu vestido branco, de Irmãs de Maria, e o nome “Mama”, na lingua  Kirundi (as Irmãs em Burundi não são chamadas pelo nome de Irmã X., mas de Mama X.), é porque elas são chamadas a ser mães para todas as pessoas, empenhando-se com amor generoso e ser testemunhas do amor de Deus.

Pequena Maria radiante de alegria

Após a homilia, vem o rito da vestição. Ir. M. Lisette Seitzer, a responsável pela delegatura das Irmãs de Maria, em Burundi, chamou as noviças pelo nome e cada uma respondia: “Eis-me aqui!” O vigário geral lhes entregou a nova veste e elas foram trocar-se na sacristia. Irradiantes de alegria, elas retornaram, vestidas com o traje branco de Irmã, como pequena Maria, trazendo uma cesta com as dádivas para o ofertório. Entusiasmados, os jovens cantavam e elevavam o ambiente litúrgico.

Pedido de oração

Após a ação de graças, uma noviça falou sobre a alegria que todas sentiam em seus corações. Agradeceu a Deus que as chamou, a seus pais que as apoiaram na decisão, em seguir o chamado de se consagrarem a Deus. Pediram a todos os participantes que as apoiassem com suas orações. No Santuário, elas novamente se consagraram à Mãe de Deus e ao sair, receberam os cumprimentos dos schoenstattianos presentes.

A quem iremos, Senhor?

Na recepção, do Centro da Aliança, ouvimos palavras significativas. O presidente do comitê de preparação saudou os convidados e desejou-lhes que se sentissem bem neste lugar. A seguir, Ir. M. Lisette falou em nome da Comunidade. Agradeceu aos pais, que prepararam o terreno para a vocação de suas filhas. Dirigiu uma especial saudação às noviças, que deram um alegre e livre Sim ao chamado de Deus e estão dispostas a se entregar pela missão de nosso Pai e Fundador. Concluiu dando um estímulo às noviças, para confiar em Deus, assim como expressaram no seu lema: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna!” (Jo 6,68).

 

Burundi - Einkleidung 2020

Apóstola como testemunha do amor

A festa foi animada pelas danças das jovens vocacionadas. Então, o pai de uma das noviças agradeceu à Comunidade das Irmãs de Maria de Schoenstatt, que acolheu suas filhas e expressou sua alegria de, agora, ter uma Irmã em sua família. Pe. Longin Ntiranyibagira falou em nome dos padres de Schoenstatt e encorajou as noviças para se alegrarem com a vocação de, diariamente, ser um reflexo de Maria. No final, falou o vigário geral da sua alegria em ter agora mais Apóstolas na Família das Irmãs, que querem ser testemunhas do amor na Igreja e na sociedade. Como conclusão, ele entoou um hino de gratidão e abençoou a todos os presentes.

Protegidos do Coronavirus

Agradecemos ao bom Deus que até agora nos protegeu do coronavirus, senão, não teríamos a alegria de celebrar esta bela festa familiar. Agradecemos pelas seis noviças que o Pai Celestial nos presenteou.