12.07.2020

“Não podemos retroceder!”

de Ir. Adriane Maria Barbosa

“Com Maria, cheios de alegre esperança e certos da vitória, rumo aos tempos novíssimos!” (7.9.1968)

Esta frase do nosso Fundador, Pe. José Kentenich, é o fundamento da confiança em um novo tempo e impulsiona ao apostolado online, com diversas iniciativas, aqui no

Santuário Tabor da Liberdade, em Confins/Minas Gerais – Brasil.

Atividades que tem sido abençoadas com tantas graças, durante a pandemia da Covid-19.

Ela sempre encontra um jeito

A situação gerada pela pandemia leva a uma experiência, que faz lembrar o exílio do Fundador: o Santuário Tabor da Liberdade está “na sombra”, impedido de acolher a todos. Porém, a Mãe e Rainha não cessa de “caminhar”, ela sempre encontra um jeito para ir ao encontro de seus filhos.

♥   Com os diversos ramos e organizações da Liga, do Movimento de Schoenstatt, são feitas reuniões online. Todo se encontram regularmente para formação, planejamentos e decisões.

♥   As famílias das crianças, que frequentam a nossa creche, recebem o nosso apoio pela atuação da psicóloga, o auxílio com cestas básicas, além de formação online para os pais, que são muito gratos por tudo que recebem.

♥   Diariamente, há a transmissão da santa Missa, lives e terço online que proporcionam momentos de oração e mantém o vínculo com o Santuário. As redes sociais são muito bem aproveitadas para a evangelização.

♥   Nesse período houve também, em duas cidades vizinhas, a carreata com a Mãe Peregrina, levando mensagens de esperança e rezando com a população.

♥   O Aniversário do Santuário Tabor da Liberdade em 2020 foi marcado pela passagem da Imagem da Mãe Três Vezes Admirável nas ruas da cidade de Pedro Leopoldo e de Confins.

♥   No dia das mães, o apostolado se realizou com uma mensagem especial para elas e a oferta de produtos alimentícios, que também ajudam para a manutenção do espaço do Santuário.

A jovens Bárbara Viana, conta-nos: “Dessa vez, a Mãe saiu do Santuário e foi ao encontro de seus filhos, que a esperavam com lágrimas nos olhos de felicidade e floridos altares nas portas de suas casas. Quando ela passava, víamos que a fé era fortalecida e a esperança devolvida para aquelas pessoas. Foi muito gratificante, mais uma vez a Mãe cuidou perfeitamente de tudo.”

“Na impossibilidade dos fiéis irem até o Santuário, a Mãe Peregrina saiu ao encontro aos seus filhos, levando as graças de Deus e a luz de seu Filho Jesus Cristo. Foram momentos repletos de devoção, louvor, oração e de muitas bênçãos durante todo o trajeto. As pessoas, diante da imagem, manifestavam a fé de diversas formas: com lágrimas, de joelhos, rezando, aplaudindo… Foram momentos emocionantes!” Ana Maria Prado Barbosa

Para mim, como Assessora, o mais comovente neste tempo é o apostolado da escuta e do encorajamento. Atender e dialogar com as pessoas que procuram orientação por telefone. As palavras do Pe. Kentenich: “Não podemos retroceder!” (27.10.1912) são um impulso para a proximidade espiritual com todos os que sofrem as consequências desta pandemia.

É nossa terra maravilhosa

O Santuário Tabor da Liberdade continua sendo a “terra maravilhosa onde as pessoas se decidem para Deus e o divino… o reino da liberdade ardentemente almejado… onde os mais leves desejos de Deus vinculam e resultam em alegre decisão; onde sempre se impõe vitoriosamente segundo a lei fundamental do amor” (cf. Pe. J. K. – Rumo ao Céu)

Maurício Miranda Batista partilha o que uma de nossas atividades significou para ele: “Uma experiência regada de uma confiança que mostra a certeza de que a Nossa ‘Mãezinha’ cuida mesmo. Quanta alegria em cada voluntário nessa missão. A Família com certeza saiu vitoriosa.”

Podemos responder: “Sim, eu conheço esta terra maravilhosa…” – é o Tabor da Liberdade, ao qual convergem uma multidão de filhos ao encontro de sua Mãe, vindos de mais de 280 paróquias, da Arquidiocese de Belo Horizonte e dioceses vizinhas, como peregrinos, membros dos Ramos do Movimento, da Campanha da Mãe Peregrina e do Terço de Homens. A Escola de Liberdade que colabora com as famílias, na educação de 47 crianças, pela creche Semente de Vida.