15.05.2020

Para a vida diária … 05

de Ir. M. Renata Zürrlein, Deutschland

“O que é importante para nós, como mães, se não podemos dedicar muito tempo para exercícios religiosos?

Tudo depende que façamos o trabalho do dia com muito amor”.

4.-8.9.1950


IMPULSO

Estar à disposição para os outros o tempo todo – colocar seus próprios desejos em segundo plano – compromissos aqui e ali – pouco tempo para mim – e sempre a sensação de que não posso fazer tudo do jeito que quero.

Compartilhamos esse sentimento com muitas mulheres. Se eu tivesse mais tempo, então … – mas realmente não parece importar quanto tempo eu tenho para Deus, para mim e para tudo que é necessário, mas com que atitude eu faço tudo. Um ato por amor faz muito mais do que mil atos em ritmo acelerado.


Os prazos e as restrições de tempo me mantêm sob controle

ou tenho a liberdade de organizar conscientemente meu tempo?

Estou procurando pausas para respirar, nas quais meu amor se renova?