14.04.2020

A Força do Nosso Traje

de Ir. M. Zeli Villeti – Santa Maria/RS Brasilien

Sinal de bençãos

Sinal de Paz

Sinal de Graças

Sinal de Maria

Meu nome é Ir. M. Zeli Villetti, sou Irmã de Maria de Schoenstatt há 40 anos e gostaria de compartilhar algumas vivências das minhas férias junto aos meus familiares.

Minha família mora em Rio Brilhante, Mato Grosso do Sul, região central do Brasil, a mais de 1000 quilômetros de Santa Maria/RS. Para visitá-los, preciso viajar alguns trechos de ônibus e avião.

Aos domingos de manhã sempre saio mais cedo para participar da Santa Missa às 7h30min na Paróquia do Divino Espírito Santo, em Rio Brilhante, a fim de fazer adoração ao Santíssimo Sacramento. Num desses domingos, eu caminhava de cabeça baixa, rezando o terço. Quando levantei os olhos, vi do outro lado da avenida uma senhora relativamente jovem que fazia sua caminhada e, parada, me olhava. Sorri-lhe e ela exclamou: “Que bênção, que bênção!”

Como moramos relativamente perto da fronteira com o Paraguai, minha irmã vai seguidamente à cidade de Pedro Juan Caballero comprar tecidos e durante as minhas férias me convidou para ir com ela. Fomos almoçar em um Shopping bastante grande e quando passávamos para nos servir, uma senhora que estava sentada com o marido, de repente se levantou, veio ao nosso encontro e disse: “Irmã deixe-me tocá-la”. Certamente precisava de graças e pedi a Mãe e Rainha por ela.

Após o almoço fomos ao mesmo Shopping fazer nossas compras. Uma funcionária jovem veio ao nosso encontro e relatou: “Irmã deixe-me agradecer-lhe. Hoje aconteceu algo muito desagradável aqui em nosso trabalho e eu estava cheia de angústia e me sentia muito mal. A senhora passou por mim e senti uma paz tão grande, um alívio. Estou muito bem agora, a paz entrou no meu coração. Eu disse para minha amiga: não posso deixá-la ir embora sem agradecer”. Conversei com ela e dei a novena de nosso Pai. Ela ficou feliz.

No retorno para Santa Maria, estavam sentadas na minha frente uma avó com sua netinha de seis a sete anos. A avó me contou ao desembarcar: “Minha netinha disse: Vovó, tu viste que Nossa Senhora está viajando conosco? Ela está sentada ali atrás”.

Estes mosaicos me fizeram refletir: Como nosso traje fala por si! Nem nos damos conta de que estamos sendo uma tão forte presença de Deus e de Maria para o mundo. Em todos os momentos pedi à Mãe que Ela realizasse, realmente, o milagre de que cada um necessitava.