17.02.2020

Há esperança: uma coroa

de Ir. M. Jimena Alliende

Uma réplica da coroa para o Santuário Cenáculo de Bellavista, Chile

Não há no Chile nem tranquilidade social nem eclesial, porém há uma esperança: uma coroa para a MTA no Santuário Cenáculo, de Bellavista! Faz dois anos que, em 18 de janeiro de 2018, ladrões roubaram a coroa histórica com a qual o Padre Kentenich a coroou em 1949, dias depois do terceiro Marco da História de Schoenstatt, o ’31 de maio’.

Impressiona e comove olhar a imagem de graça, a MTA, sem a sua coroa. Tem que chegar o dia em que Ela receba novamente a coroa do 31 de maio! Ela é uma coroa que fala de uma grande missão que significou um exílio para o Fundador. A geração atual é responsável por ela.

Entretanto, o roubo da coroa mexe nos corações e surge uma corrente de coroação. Os ramos do Movimento, dos Institutos e Uniões unem forças renovando coroações. Assim amadurece a ideia de presentear uma coroa para a MTA. Uma Irmã de Maria, ourives, cunha uma coroa idêntica à original. O 18 de janeiro foi a oportunidade para abençoá-la, depois da Santa Missa na Igreja do Espírito Santo, diante de uma grande assembleia de schoenstattianos e peregrinos que vieram à celebração, apesar de um calor ‘abrasador’ e o período de férias. A partir deste dia, a coroa começou a peregrinas pelos santuários do país.

As ‘rajadas sociais’ desencadeadas em outubro passado geraram insegurança, desconfiança e temos pelo futuro. Então é a hora de apelar à rainha de Schoenstatt com as palavras do Padre Kentenich em 1949:

 “O mundo de hoje está enfermo. Parece que nos aproximamos de seu fim e por isso surge a pergunta: Qual é o sentido destes grandes eventos mundiais? O que acontecerá?… “Como educadora das nações, como Rainha do povo chileno, ela é que toma em suas mãos a educação de cada um e de toda a sociedade. … Aceita, por isso, a nossa coroa”.     Aceita pois a coroa e , se depois disso, também nos queres presentear uma ‘Coroa, que esse sinal nos recorde sempre que em total dependência tua, nos arriscamos valentemente em todas as lutas que o Deus Uno e Trino previu para nós…” (05/06/1949).

A coroa que tinha sido abençoada em 18 de janeiro é uma réplica da coroa original, porém, na base possui uma estrela que simboliza o Chile na situação atual. Na bandeira do Chile tem uma estrela que também pode simbolizar Maria, como a ‘estrela guia’.

Seguramente virá ainda outro passo. Schoenstatt no mundo inteiro deverá unir-se a esta corrente de coroação, porque a Missão do 31 de maio pertence a todos os que selaram a Aliança de Amor. É a coroa da missão, a coroa da Rainha comprometida a resgatar o ocidente da ruina.

Por último, para o Instituto das Irmãs de Maria é motivo de orgulho que a Ir M Dyana seja a ourives que está fazendo a coroa. Muitas pessoas entregaram objetos de ouro para que sejam incorporados (à coroa), como símbolo do amor e da confiança na MTA.

Cremos que esta coroa será decisiva para os destinos do país e mais além.