21.01.2020

Os reis que seguiram a estrela …

de Irmã M. Charissa Frenzel

Junto ao “Santuário da Alegria”, em Herxheim (Alemanha), viram-no aparecer no céu.

A história, porém, já começara bem mais cedo.

Seu lugar todo especial

Quando a grande onda de imigrantes chegou à Alemanha, a Mãe de Deus conduziu os primeiros iranianos até nós. Dois deles queriam se tornar católicos e foram batizados no final de 2016 na Igreja paroquial. Seu lugar todo especial, para onde levam suas alegrias e sofrimentos é o Santuário de Schoenstatt e Maria já os ajudou muitas vezes. Falaram disso a outros e no verão juntou-se assim um grupo de 6 pessoas que pediam o batismo. Para muitos deles, Maria é uma pessoa importante que os conduz a Jesus e acompanha os seus passos.

No início do novo ano litúrgico foram oficialmente aceitos no catecumenato. Irmã M. Charissa trabalha com Irmã M. Gerta no centro de Schoenstatt. Ambas pertencem igualmente à equipe de pastoral da paróquia e o trabalho com os emigrantes faz parte da sua tarefa.

Além de se encontrarem regularmente para aulas de catequese no centro de Schoenstatt, os participantes do grupo celebram juntos as festas litúrgicas e organizaram visitas de um Santuário Peregrino.

O tema do presépio no período do Natal

Um dos temas no período do Natal foi o presépio. Duas famílias fizeram a surpresa de presentear um presépio completo, de forma que em duas casas pôde ser respectivamente montado um presépio. Um tema ocupou-se com os pastores e os reis que se encaminharam para o presépio. Alguns cientistas acreditam que se poderia ter tratado de astrônomos persas ou caldeus. Por este motivo, o tema era especial e importante para os iranianos que em parte também percorreram um longo caminho de busca.

 

Num determinado momento despertou a ideia de participarem concretamente da ação dos „Reis que seguem a estela“ na paróquia, pela qual Ir. M. Charissa também tem responsabilidade. Encontraram vestes adequadas, os quatro cantores superaram os desafios da língua alemã, visto que três dentre eles falam bem o alemão, e no dia 11.1.2020, o grupo iniciou sua atuação pontualmente às 9:00 h em Insheim.

„verdadeiros“ Reis em ação

Não poucas pessoas tiveram uma surpresa ao abrir as portas de suas casas e verem aqueles „verdadeiros“ reis. Houve diálogos valiosos. Os catecúmenos conheceram famílias alemãs e se inteiraram das suas preocupações:
– uma senhora contou que sua mãe seria sepultada na segunda feira,
– outra esperava o nascimento de um netinho,
– uma pessoa que passava pela rua convidou-os espontaneamente a passarem também pela sua casa porque precisava de uma bênção para o seu esposo enfermo.
– Uma vivência especial foi a visita a uma mãe de Schoenstatt idosa e doente que há muito rezava todos os dias pelos catecúmenos. Quiseram bater uma foto com ela e a senhora D. estava radiante em sua cadeira de rodas.
– Um casal comentou:

„A gente escuta tantas vezes coisas negativas sobre os estrangeiros e emigrantes.
Mas conhecer estes foi algo totalmente diferente. Agradecemos terem-nos visitado!“