12.12.2019

Contemplar construção do presépio – 01

de Ir. M. Theresiana Berger

Do diário da Igreja da Adoração,
no Monte  Schoenstatt, Alemanha

Durante todo o período de natal, chegam muitas pessoas para visitar o presépio na Igreja da Adoração, no Monte Schoenstatt, quer seja para participar nos “10 minutos junto ao presépio”, ou para permanecer ali, em oração silenciosa. Desde a missa da Noite Santa até o final de janeiro, resplandesce o presépio, enfeitado com muitos detalhes. Sobre ele, brilha com esplendor a árvore de natal. Dá para imaginar que muitas mãos empenharam horas e dias, com amor e paciência, para preparar esta obra de arte.

Ir. M. Theresiana Berger, quando vivenciou isso pela primeira vez, escreveu um diário de Advento e nos faz lançar um olhar na construção desse presépio.

Quarta feira, 4 de dezembro

Hoje foram cortadas as árvores de Natal para ornamentar a Igreja – todas são do nosso terreno aqui no Monte Schönstatt, nas imediações do jardim da casa do noviciado.

 Quinta feira, 5 de dezembro

Uma densa neblina cobre o Monte Schoenstatt, mas mesmo assim, bem cedo, os jardineiros já estão em ação. Após a retirada de alguns bancos da frente, na Igreja da Adoração, começa o transporte das primeiras árvores para dentro.

São 9h15min, quando é colocada a primeira árvore. Ela está à direita da imagem da Mãe de Deus.

Mais três árvores maiores ainda chegarão para ficarem junto ao presépio. Devido ao peso, elas serão colocadas com a ajuda de cordas.

Quando vi esse trabalho todo, tive a inspiração de elevar uma oração ao céu. Primeiro é colocado a árvore do centro, depois a da esquerda e por último a da direita. Tudo deu certo,  logo dou o meu “Graças a Deus” do fundo coração! Agora as árvores estão firmes no seu lugar.

Em seguida, são finalizados os trabalho de hoje, com as instalações das luzes e pisca-pisca. Teste: todas as luzes se acedem. Então, se coloca a coroa de advento no seu devido lugar e o aplicados ajudantes se retiram.

No dia seguinte, temos pausa, porque é feriado. Vamos ao encontro da grande festa da Imaculada Conceição de Maria, com missa solene na Igreja da Adoração, pois é o 2º domingo do advento. –  Depois, os trabalhos seguem normalmente.

Segunda feira, 9. De dezembro

Começamos com os trabalhos da construção da gruta. A base precisa ser bem profissional, de acordo com um desenho técnico. Percebo que os invisíveis quatro pregos, desempenham um grande papel, pois eles o alinhamento para toda a construção. É o fundamento para tudo que vai compor o cenário do presépio.

Faz parte deste trabalho invisível, mas, fundamental, é transportar lá do porão, em um carrinho, cada uma das diversas peças laterais. Todas são enumeradas – cada pecinha  será usada em seu devido lugar, nenhuma pode faltar. Sem querer, penso nas Irmãs, na Igreja, no mundo, em todos os habitantes da terra: cada um é original, insubstituível, ocupa um lugar específico e tem uma missão concreta.

Terminada a estrutura, nós a cobrimos. Então, são colocadas as paredes laterais com seu telhado. Percebo que também será construida uma fonte.

Aos poucos, já se vê o teto com musgos e alguns reparos.

Amanhã o trabalho continua.