22.06.2019

“Apóstolo” no desfile, em Gymnich

de Ir. M. Adele Gertsen

Cerca de 200 cavalos, grandes e pequenos, bem como muitos cavaleiros, jovens e mais velhos, pais e mães que acompanham as crianças cavaleiras – uma imagem colorida que também este ano é apresentada, novamente, no desfile em Gymnich.

Montado em seu cavalo o pároco da cidade, Pe. Joseph Pikos acompanha a cavalgada. O seu manto largo cobre o cavalo. Numa mão ele carrega uma cruz com uma relíquia da cruz. Ele parece não cansar, embora, sem pausa, abençoe os cavaleiros e os muitos espectadores ao longo do caminho, assim como abençoa os muitos expositores e suas ofertas, cujas barracas se alinham a rua principal.

A procissão de cavaleiros acontece em Gymnich desde o século XIV. Ela tem sua origem numa promessa feita, em um período de grandes aflições e necessidades. Portanto, não se trata de um evento desportivo, mas sim de um acontecimento religioso. No caminho é rezado o terço e o Padroeiro da Paróquia, São Kuniberto, é invocado várias vezes.

Antes dos cavaleiros iniciarem a cavalgada, os que fazem a procissão a pé já estão em oração. São cerca de 200 pessoas. A partir da igreja os peregrinos são acolhidos com uma procissão eucarística na entrada da aldeia. Juntamente com os cavaleiros, a Santa Missa é celebrada ao ar livre, no “altar equestre”.

Durante e depois a rua principal de Gymnich é movimentada por muitas pessoas, de perto e de longe, que estão interessadas nos produtos oferecidos nas tendas. Quase tudo pode ser comprado lá: flores, moda e artigos de couro, cortinas, objetos domésticos …

Cavalos, pessoas e o nossa tenda com folders e informações

Em meio a todas as ofertas estamos nós – Irmã M. Resia Käppeler e Irmã M. Adele Gertsen – com a nossa tenda, contendo escritos do Secretariado do Padre José Kentenich. A casa de nascimento do Padre Kentenich é, ao mesmo tempo, a nossa “parede de fundo”. Por causa dele estamos aqui.

A nossa tenda distingue-se de todas as outras. Oferecemos às muitas pessoas que aqui passam escritos e informações sobre o Padre Kentenich e a Obra de Schoenstatt. Aproveitamos esta oportunidade para tornar o Padre Kentenich mais conhecido aqui na sua terra natal – e o fazemos há cerca de 15 anos.

No início, nos reuníamos na praça da igreja, mas a nossa posição frente à casa de nascimento do Padre Kentenich é muito mais eficaz. Aqui podemos dirigir-nos também às pessoas que não vão à igreja. E assim, realmente entramos em diálogo com muitas pessoas.

Entrando em diálogo sobre o Padre Kentenich

Os pontos de partida para isso e também as reações das pessoas são diversas. Mas alegramo-nos que a pessoa, a vida, as expressões e os ensinamentos do Padre Kentenich falam às pessoas e cativam. Para alguns uma certa frase se torna um dom, um presente, para outros uma situação da vida de nosso Fundador. E também podemos experimentar que uma reação inicialmente negativa se desenvolve em direção à abertura no decorrer da conversa.

Se o oposto for o caso, também com isso podemos lidar. É evidente que nem todos estão interessados em nossa oferta. Assim já foi com os Apóstolos há mais de 2000 anos, e assim também é para os “apóstolos de hoje”.

E no final deste dia, novamente estava claro: no dia da Ascensão em 2020, iremos a  Gymnich.

Impressões ao vivo de hochkelbergtv aqui