31.05.2019

Um dia para reascender o fogo!

de Ir. M. Aenn Fischer und Ir. M. Anna Rosa Nguyen

Festa do Santuário em Nittenau: uma vivência familiar!

“Talvez incendeie!” Foi o lema da festa do Santuário, neste ano, no centro de Schoenstatt em Nittenau, na Alemanha. Apesar do clima instável de abril, a Família de Schoenstatt da Diocese de Regensburg se reuniu junto ao Santuário para celebrar a grande festa.

Em torno do lema “Talvez incendeie”, os membros partilhavam verdadeira alegria, vivências familiares e comunitárias.

Na parte da manhã, vieram vários jovens que ajudaram a configurar e a criar uma atmosfera festiva. Tendas foram armadas, instalações do som, jogos para as crianças. O salão foi ornamentado com muitas chamas e pequenos presentes. O coro cantou na Santa Missa festiva.

AQUI a brasa se torna fogo!

Por causa da forte chuva, no domingo de manhã, nós não esperávamos que tantas famílias se colocariam a caminho do Santuário. Nós sentimos realmente que incendeia.

A programação iniciou com a Santa Missa junto ao Santuário. O Santuário e o altar para a Missa estavam festivamente ornamentados.  Os jovens, com seus cantos, ajudaram a solenizar a Santa Missa. No final, o Santuário foi contornado e homenageado. O tempo desfavorável não atrapalhou.

Na homilia, o Padre Johann Babel refletiu sobre o lema do dia: “Talvez incendeie”. Casais as vezes lhe contam quando entre eles saíram faíscas.

“Quando nós hoje transpomos essa dimensão humana para a perspectiva do amor e da caminhada com Deus, com a Mãe de Deus, Maria, então também podemos ver por onde começar de novo: Ali, no Santuário, a Mãe de Deus me contempla; ali a Mãe de Deus não me perde mais de vista; não consigo mais sair dali; volto sempre e posso experimentar um grande abrigo, atenção e valorização. AQUI – muitos podem, sempre de novo, experimentar: Eu me sinto atraído. Ali incendiou!

E continuou: “Quem sempre de novo se coloca a caminho, quem sempre de novo expõe a pequena chama ao vento do Espírito Santo, este pode, com fogo, voltar a este tempo de “Apóstolos” na vida diária. Onde estão nossos campos de ação? Ali onde eu, como cristão, sou chamado a dar testemunho e não sigo a tudo o que me é apresentado. Hoje, quando novamente voltarem para casa, deverão ter a certeza de que Deus alimentou a chama, o fogo, neste ano do “Apóstolo” (Tempo de Apóstolo, é o lema anual da Família de Schoenstatt na Alemanha. AQUI no Santuário a Mãe de Deus vos contempla pessoalmente. DAQUI eu sou novamente enviado e chamado a aceitar a minha missão e de vivê-la.”

Com seu entusiasmo, estímulos práticos e contagiante homilia o Padre Johann não só atingiu os participantes, mas também o céu, assim, que mais tarde, tivemos sol radiante e um maravilhoso céu azul na Bavária.

Uns com os outros: Talvez incendeie!

Após as boas-vindas, teve uma tarde com programas alternativos na casa Padre Kentenich. Durante o almoço, a banda musical de Nittenau apresentou um concerto.

Para cada programa havia um lema, como por exemplo:
“Se confiarmos em alguém maior.”
“Se nos virmos mutuamente como grandes.”
“Se podemos ser filhos.”
“Se podemos gozar a vida.”
“Se um segue em frente.”
“Se alguém for criativo.”

Inicialmente, teve uma dança  polonesa, ao ar livre. Então, seguiu um teatro da juventude feminina, que versava sobre Deus nos acompanha na vida diária, também quando temos a impressão de termos sido abandonados, deixados a sós. É preciso atenção para perceber a presença de Deus e suas pegadas. Atenção para sentir quando incendeia.

No canto de despedida os jovens cantaram:
“Eu estive só, mesmo estando com mil amigos.
A verdadeira felicidade só existiu nos meus sonhos.
Sim, agora eu te vejo. Em minha noite finalmente cai luz!
Só contigo ao meu lado, cada dia começa de novo.
Eu sei que não posso achar sozinho o caminho para a felicidade…”

O Santíssimo Sacramento esteve exposto no Santuário, durante toda a tarde, como convite para a oração pessoal. Ali também teve benção individual do Sacerdote. Na sala de conferências, foi mostrado um filme biográfico do Pe. Kentenich: “Alguém deve ir à frente” houve ainda jogos para crianças e outros programas.

A festa se concluiu com um momento de louvor e súplicas ao Espírito Santo, louvores a Maria e renovação da Aliança de Amor.

Foi uma bela festa do Santuário, que mostrou a todos a importância da vida familiar e em comunidade, nos convidou a ser chamas para os outros, na vida diária, a ver, reconhecer e motivar as virtudes e os dons do próximo.

Tempo de Apóstolos! Talvez incendeie!

Após essa bela festa familiar, com grandes e pequenas contribuições ao Capital de Graças, todos nós temos motivos para agradecer a Deus e a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. No final, cada participante levou para casa uma caixinha de fósforo, com o lema: “Talvez incendeie”.