28.10.2018

Dia de Ir. Emilie em Koblenz-Metternich

de Irmã M. Irmengild Schmitt

Um lindo dia de outono, 6 de outubro de 2018! Dia de Ir. Emilie, na Casa Providência, em Coblença-Metternich! Aproximadamente 120 pessoas se inscreveram. Nossa preocupação, no ano de Kentenich, era colocar Ir. M. Emilie em sua relação com nosso Pai e Fundador. Para isso, escolhemos o tema:

Como o Padre Kentenich irradiou a imagem do Pai misericordioso para Emilie Engel.

O assunto despertou interesse, assim como a conhecida palestrante, Irmã M. Doria Schlickmann.

Às duas da tarde, nosso auditório estava repleto de pessoas interessadas e de admiradores de Ir. M. Emilie. Depois de um breve relato biográfico da irmã M. Emilie e do Padre Kentenich, Ir. M. Doria apresentou a vivência central na vida dessas grandes personalidades.

Ir. M. Emilie tinha um temperamento melancólico. Sua natureza era propensa para a sensibilidade e a ansiedade. Soma-se a isso uma falsa imagem de Deus, que caracterizava o seu tempo, e seu medo de ofender a Deus. Isso se tornou uma algema para ela, que influenciou a sua vida e a deixou sem liberdade. Por meio do Padre Kentenich, no entanto, ela encontrou sua tranquilidade e liberdade interior.

Padre Kentenich cresceu sem pai, esteve por um tempo no orfanato. A consagração do menino de nove anos a Maria foi a principal experiência de sua vida. Em sua infância, diante de Deus e de Maria, ele descobriu uma chave e um remédio para si mesmo.

Na parte principal da palestra, Ir. M. Doria revelou como o Padre Kentenich, Ir. M. Emilie encontrou o mistério de ser filha diante de Deus. Em sua primeira visita a Schoenstatt, ela experimentou a atuação da graça do Santuário. Ela logo encontrou a confiança na personalidade do Padre Kentenich e experimentou que ele podia ajudála a reconquistar sua liberdade interior. Mais tarde, na escola de educação do Padre Kentenich, ela aprendeu a abandonar seus próprios planos e dedicar-se completamente a Deus; Considerar as dificuldades da vida cotidiana como tarefas, a não fugir delas, mas crescer e amadurecer.

Padre Kentenich cresceu sem pai, esteve por um tempo no orfanato. A consagração do menino de nove anos a Maria foi a principal experiência de sua vida. Em sua infância, diante de Deus e de Maria, ele descobriu uma chave e um remédio para si mesmo.

Na parte principal da palestra, Ir. M. Doria revelou como o Padre Kentenich, Ir. M. Emilie encontrou o mistério de ser filha diante de Deus. Em sua primeira visita a Schoenstatt, ela experimentou a atuação da graça do Santuário. Ela logo encontrou a confiança na personalidade do Padre Kentenich e experimentou que ele podia ajudála a reconquistar sua liberdade interior. Mais tarde, na escola de educação do Padre Kentenich, ela aprendeu a abandonar seus próprios planos e dedicar-se completamente a Deus; Considerar as dificuldades da vida cotidiana como tarefas, a não fugir delas, mas crescer e amadurecer.

 

Padre Kentenich deu para Ir. M. Emilie o sentimento de não estar sozinha em seu sofrimento. Ele sabia o que significava sua angústia e conhecia esta doença. Ele a encorajou a ver o amor e o sofrimento em um novo contexto. O sofrimento e as doenças de nossas vidas são profundamente expressões do amor do Pai do Céu e nos ajudam no crescimento pessoal. “O Pai purifica a videira …” (Jo 15,2).

Irmã M. Emilie amadureceu cada vez, sob a orientação do Pai, se tornou uma personalidade que irradiava calma e tranquilidade para a comunidade de Irmãs e se tornou uma bênção para muitas pessoas.

Em seguida, os participantes puderam se fortalecer com café e bolo, para o restante do programa do dia.

Todos tiveram a oportunidade de visitar o túmulo da Ir. M. Emilie. Pelo ano Kentenich, fizemos uma pequena estátua do Padre Kentenich, em nosso parque. O artista, que a esculpiu queria perpetuar a última bênção de nosso Fundador, em 15 de setembro de 1968, pela imagem clara de suas mãos abençoando.

Junto a tumba de Ir. M. Emilie, depositamos, com confiança, as nossas e as muitas preocupações das pessoas.

Às 17h15min, celebramos a Eucaristia em nossa capela. O Padre Markus Leber e o Padre Bühler presidiram a Santa Missa. Um Coro, sob a orientação da Ir. Mariengund, com suas canções contribuiu para uma celebração digna e solene. Em cada prece, uma luz foi acesa, nas intenções das pessoas que pedem a intercessão de Ir. M. Emilie.

Alguns ecos testemunham que foi um dia enriquecedor:

“Hoje, tivemos uma tarde abençoada. Só podemos nos maravilhar com o que aconteceu com Ir. M. Emilie. Com a ajuda do Padre Kentenich, ela foi capaz de vencer em sua enfermidade e sua difícil vida cotidiana. Por meio dele, ela se transformou em uma Irmã feliz e radiante”.

“Só conhecemos recentemente a Ir. M. Emilie. Pelas palestras, nós adquirimos muita confiança nela.”

 


Secretariado Ir. M. Emilie Engel: Para a comunicação de graças alcançadas e pedidos de material informativo

Atibaia/SP: secretariadopadrekentenich@gmail.com 
Santa Maria/RS: emilie.engel@via-rs.net