08.10.2018

15 de setembro de 2018

de Ir. M. Vilma Vassoler

Padre Kentenich está vivo!

Ele continua sua missão e atua nos corações!

Durante todo o Ano Padre Kentenich nos preparamospara o dia jubilar, divulgando o nosso Pai e Fundador por meio de orações, textos, biografias, fotos, vídeos, por bilhetes com suas palavras, por meio de reuniões, palestras, encontros, gincana: “Conhecê-lo é amá-lo”, artigos em revista e nos sites, celebrações, missas, inaugurações de estátuas… e em tantas outras iniciativas. E nos últimos dias, um tríduo realizando em todo o país, preparou o dia da celebração jubilar.

Chegou o grande dia 15 de setembro de 2018!

 Em muitas catedrais – como em Bragança Paulista (São Paulo), Londrina e Jacarezinho (Paraná) – paróquias e Santuários foi dia de festa! Em Atibaia/São Paulo, o dia jubilar começa com a santa Missa solene em ação de graças, nacapela da casa provincial, com os cantos da missa das exéquias, em 20 de setembro de 1968. A capela estava repleta, com pessoas vindas de perto e de longe, comprovando que nosso Fundador é “Pai de muitos povos”! Coordenadores, que estavam em dias de formação na Casa do Movimento, e muitos peregrinos, durante todo o dia visitaram o Santuário e saudavam o Padre Kentenich, na sua estátua do Pai.

Às 15 horas, houve mais uma santa Missa para os peregrinos, paralela à que se realizava na Catedral da Diocese de Bragança Paulista, precedida por uma apresentação sobre a vida do Padre Kentenich. Em Atibaia, o fecho de ouro do dia foi a celebração festiva, na tenda dos peregrinos – seguindo o mesmo rito realizado em Schoenstatt. Foi um momento especial os testemunhos dados por uma Irmã de Maria, uma jovem e um casal coordenador da Campanha da Mãe Peregrina.

Padre Kentenich os espera como seus colaboradores

Na Catedral de Belo Horizonte (Minas Gerais) a santa Missa foi presidida por Dom Otacílio de Lacerda, bispo auxiliar da Arquidiocese, em seguida, a multidão seguiu em carreata até o Santuário. No Rio de Janeiro, mais de 2 mil pessoas participaram da celebração, presidida por Dom Roberto Lopes, OSB, Vigário Episcopal para Vida Consagrada e Novas Comunidades e Delegado Arquiepiscopal para as Causas dos Santos, que partilhou as suas impressões positivas sobre o que conheceu do Padre Kentenich sem sua visita em Schoenstatt e ao assistir os vídeos sobre o seu sepultamento e motivou todos a confiarem no Pe. Kentenich e seguirem com fidelidade o seu carisma: “Vocês são as pessoas que o Padre Kentenich esperava como seus colaboradores, ao percorrer o mundo… Em Dachau pude estudar o testemunho do Padre Kentenich, um homem que soube viver as situações com sabedoria porque, como está em seu túmulo, ele amou a Igreja!”

Um homem à frente de seu tempo

Também em Londrina, em nosso Colégio e Teatro Mãe de Deus, foi apresentado para um público de aproximadamente 400 pessoas, uma peça teatral intitulada: “Uma carta de Deus!” A história de um homem à frente de seu tempo, que retratou a vida de José Kentenich, como ele, sempre com o “ouvido no coração de Deus e a mão no pulso do tempo”, conseguiu superar todos esses desafios. A equipe artística usou recursos de multimídia e de uma grande movimentação cênica para preservar a imagem do Padre Kentenich, assim como as pessoas já a tem em suas memórias.

Alegra e impressiona contemplar nosso Pai e Fundador sendo celebrado em tantos lugares no mesmo dia e sendo mencionado com admiração por cardeais, bispos, sacerdotes, autoridades civis e diversas pessoas que, após participarem das celebrações. Para muitas pessoas, também foi um “encontro” com ele, como disse um peregrino: “Eu já conhecia o Padre Kentenich, como Fundador do Santuário de Schoenstatt, mas agora sei que posso também contar com a sua ajuda nas minhas dificuldades”. Com imenso júbilo e gratidão podemos afirmar convictamente: Padre Kentenich, chegou a tua hora! Tua vida é a carta que Deus escreveu para nós!

Algumas fotos das celebrações:

01

02

03

04