06.03.2018

“Seus corações pegaram fogo!” (J. Kentenich)

de Ir. M. Jacky-Ann Burmeister, Alemanha

Algumas jovens me abordaram junto ao Santuário Original, Fiquei totalmente surpreendida, mas, com prazer, esta pronta para isto. Era o ano de 2012 e fazia meio ano que eu chegara da África do Sul à Schoenstatt. Elas me perguntaram se eu não gostaria de iniciar com elas um grupo de Schoenstatt.

Desde então, encontro-me com seis jovens – na época tinham a idade de 10 a 11anos  – cada duas  semanas, por duas horas, nós trocamos ideias e dialogamos, aprofundamos temas sobre Schoenstatt e nos colocamos em ação.

Sentimento de lar

O ponto culminante de cada ano é o nosso fim de semana comunitário na Casa da Juventude –  a Sonnenau. As jovens e eu planejamos e compramos as coisas para esses dias e isto é importante para todas nós. Uma das meninas me disse: “Tudo é comunitário em nosso final de semana: a comunidade que formamos e o nosso típico cardápio. Isto se tornou como um ritual que nos permite experimentar o ambiente de um lar.”

Há ainda um segundo ritual importante: festejar sempre, no dia 29 de setembro, o “aniversário” do nosso grupo,  como Juventude feminina de Schoenstatt. A sala de reuniões é prepara pelo grupo e também o bolo de aniversário é feito por nós.

O que penso sobre isso

De vez em quando as jovens me escrevem um e-mail sobre o seu “Ponto de vista“. Uma delas (16 anos) me escreveu: “Maria é para mim a Mãe de Jesus, portanto, é também minha Mãe. Ela é algo assim como se fosse uma rainha. Ela se manifestou de modo fantástico e é para mim uma parceira simpática. Penso, Maria combina comigo e eu tenho sempre um lugar em seu coração. Sou orgulhosa de morar aqui (em Vallendar) e de ter o Santuário Original bem diante da porta da minha casa.”

De um e-mail sobre o Pe. Kentenich: “Padre Kentenich escreveu realmente belas e sábias mensagens e se empenhou vigoramente para fundar de Schoenstatt. Eu o admiro respeitosamente em diversas situações. Mas, com José Engling eu consigo mais desde o início”.

Para mim é um grande presente poder acompanhar e vivenciar o processo de amadurecimento pessoal das jovens, bem como o seu processo de crescimento em Schoenstatt. Sou muito grata porque posso experimentar:  “Seus corações pegaram fogo.” J.K.