29.01.2018

Cada dia: Ser Sal e Anjo

de Peter Abgottspon, Suiça

No jornal suíço “Rhonezeitung”, o jornalista Peter Abgottspon publicou, em 21 de dezembro de 2017, uma foto e uma reportagem sobre Ir. M. Angeline Duvoisin e o seu trabalho na Campanha da Mãe Peregrina. Apresentamos aqui uma síntese:

Há alguns anos, Irmã M. Angeline (42) mora em Brig. Trata-se do perfil de uma personalidade, que atua “no serviço exterior (ou externato)”, como ela diz.

O traje é azul marinho e o sinal característico é um broche prateado, com a imagem de Jesus e Maria. Conforme suas atividades, as Irmãs de Maria de Schoenstatt também se vestem com o traje civil e podem nem serem reconhecidas como Irmãs religiosas. Para ela, o uso do traje é importante, como diz: “Para que possa acontecer e despertar na publicidade um interessante movimento de curiosidade.” Ela já faz estas experiências desde que se tornou Irmã de Maria, há mais de vinte anos.

Reconhecer cedo os sinais

Com o nome civil de Catherine Duvoisin, ela cresceu ao lado de dois irmãos. Está em contacto com o Movimento de Schoenstatt desde criança. Aos 14 anos, reconheceu o primeiro sinal de sua vocação futura. “Eu podia me imaginar, um dia atuando em uma área de ação social”, diz ela. Não foi por acaso que ela fez um estudo sobre administração hospitalar. Ela nunca teve um relacionamento de namoro, em todos esses anos: “Eu tinha aspirações maiores”, assim se expressa. Mesmo que namoro e família sejam importantes, ela se doou para “algo mais”. “Sentia alguma coisa diferente em mim, algo especial.” A fim de fazer mais experiências, depois de alguns anos de atividades em hospital, conscientemente, ela tirou tempo para refletir, fez uma pausa criadora. Ela viajou nos arredores, engajou-se em projetos sociais e esperou uma confirmação divina. “Bom Deus, se desejas algo diferente para meu caminho, precisas então mostrar-me”, assim rezou. Deus não deixa de agir. Surgiram outros sinais. Depois de um tempo de experiência com as Irmãs de Maria, Catherine se tornou Irmã Maria Angeline. As reações das pessoas foram bem diversas. “Minha vizinha ficou noites sem dormir”, disse ela rindo. Porém, em geral a decisão foi bem aceita.

Tarefa no “externato”

Há muitos anos, ela mora com oito coirmãs na Casa Schoenstatt, em Brig. Ela trabalha no Projeto Internacional da Mãe Peregrina. Está sempre a caminho, como assessora do Projeto para os idiomas francês, espanhol e português, na Suiça e na França. Esse Projeto agrupa de seis a dez famílias, que formam um “círculo”. A Imagem, com Jesus e Maria, peregrina entre elas. Uma família passa a imagem para a próxima. Com este ir e vir da Mãe Peregrina se estabelece um ritmo que procura “dar alma” – preencher de espiritualidade – o árido dia-a-dia. Com esta meta, Maria estabelece vínculos entre pessoas de várias idades e nas diversas situações da vida. Esta missão traz para a Ir. M. Angeline, a tarefa de responder, em certos dias, até 100 e-mails. É importante ser boa administradora do tempo. “Às vezes, eu permaneço mais tranquila e deixo que a divina Providência determine a minha agenda”, diz ela. Então, se retira para uma oração ou usa seu tempo para um diálogo.

Missão diária

Ela defende a autonomia entre a Igreja e o Estado. “Onde corre o dinheiro, não cresce uma fé resistente”, é a convicção dela. Sua experiência na França, onde ambos são separados, confirma isso. Ali as pessoas são mais ativas quanto as questões da fé. Para se crer de modo convincente é preciso possuir argumentos e o fogo interior. “A batata sem sal alimenta, mas não tem sabor e não aumenta necessariamente o apetite.” Por isso, ela deseja ser sal em sua missão diária. Ela quer ajudar as pessoas a encontrarem o sentido da vida. Assim como os Anjos, ela quer se tornar mensageira. É por isso que se decidiu pelo nome “Angeline”. “Angeline tem origem no francês e significa anjo”, diz ela radiante. Ser anjo mensageiro entre Deus e as pessoas. “É isto que eu também quero ser.”

Peter Abgottspon, Rohnezeitung (Jornal), Cantão Wallis, Suiça  21. Dezembro 2017 (O artigo foi abreviado e mudado o título)