05.11.2018

Primeira Vestição no Nordeste Brasileiro

de Ir. M. Rosangela de Souza; Fotos: Pascom

O dia 3 de novembro de 2018 ficará na História da cidade de Garanhuns, Estado de Pernambuco, na Região Nordeste do Brasil. Pela primeira vez acontece a vestição das noviças das irmãs de Maria de Schoenstatt nesta região. Após um ano inteiro de preparação, que se intensificou desde que as jovens foram para Santa Maria, no Rio Grande do Sul, chegou o grande dia. Uma verdadeira caravana, formada pelas 5 noviças com sua mestra e as irmãs da direção provincial, percorreu um caminho de mais de 3.800 Km desde o extremo Sul do país até esta região do Nordeste Brasileiro.

Também os familiares das noviças, amigos e membros das comunidades de Schoenstatt, sacerdotes, religiosos e seminaristas vindos de 5 dioceses do Nordeste puseram-se a caminho para celebrar esta vestição junto ao Santuário Tabor da Santidade de Todos os Dias. Mais de 1.500 pessoas puderam acompanhar de perto a hora solene, mas também internautas do país inteiro e outras partes do mundo tiveram a oportunidade de assistir a transmissão ao vivo gentilmente proporcionada pela Pastoral da Comunicação da diocese de Garanhuns, a PASCOM. Dom Paulo Jackson Nóbrega de Souza, Bispo da Diocese de Garanhuns, presidiu a celebração acompanhado por 20 sacerdotes, 2 diáconos e 14 seminaristas.

O grande dia nos fala de …

Um sim alegre e sem reservas; um sim totalmente entregue. Um sim corajoso e capaz de arriscar tudo por aquele que as chamou.

Pontualmente, às 9h da manhã as noviças saíram da casa das irmãs com o seu vestido branco e dirigiram-se ao Santuário, onde o Sr Bispo as aguardava. Ali elas consagraram-se à Mãe e Rainha de Schoenstatt suplicando a sua bênção para o início de seu caminho como Irmãs de Maria. Os pais das noviças puderam acompanhar este cortejo e conduzi-las ao local onde seria celebrada a Santa Missa. “Eu pude levar uma noiva até o altar e entrega-la ao Divino Esposo, o melhor genro que um pai pode ter”, assim expressou-se comovido o pai de uma das noviças.

Um vestido de Maria, dado a quem “achou graça diante de Deus”. Um vestido que anuncia o eterno, anuncia o início de uma nova vida e a vitória sobre o mundo, cujos interesses já não atraem mais. Um vestido símbolo da atitude interior, portador de uma missão divina pela qual vale a pena entregar a própria vida.

Em sua homilia o Sr Bispo, Dom Paulo Jackson, falou do simbolismo da veste na Sagrada Escritura e em diversos âmbitos da sociedade. A veste fala da missão do seu portador, assim, a veste que as noviças recebem neste dia fala de sua missão como Irmãs de Maria de Schoenstatt, de serem imagens vivas de Maria no mundo. Referindo-se à imagem do Apocalipse, dos eleitos que alvejaram suas vestes no sangue do Cordeiro, Dom Paulo destacou os pressupostos para quem deseja consagrar sua vida a Deus: primeiro é necessário resolver as questões humanas essenciais de caridade, amor, dignidade e respeito; o segundo passo é assegurar os deveres cristãos, amar a Igreja e estar disposto a servi-la, assim é possível dar o terceiro passo que é mais ousado, realizar uma entrega de vida consagrando-se inteiramente ao serviço de Deus e seu Reino.

Um véu de virgem, de mãe e esposa – a coroa da nobre filha de Rei. Um véu que marca na fronte o selo da entrega radical: eternamente doada, incondicionalmente aceita, totalmente correspondida.

O brilho nos olhos e a alegria do sorriso das noviças deixa transparecer a certeza de que o caminho escolhido e o sim pronunciado é dom da misericórdia de Deus, que escolhe os fracos e pequenos para revelar-se ao mundo. “Eu vivenciei o céu aqui!”, confessou uma senhora que também viajou de longe para estar nesta cerimônia.

Uma promessa de aliança que traz em si uma linguagem eloquente: “Eternamente tua, Senhor!” Pertencer a alguém por inteiro é o que busca um coração nobre. O lema escolhido pelas noviças para este dia

“Eu escolho a MTA e Schoenstatt como meu caminho de santidade”

expressa o reconhecimento de que é preciso correr o risco do amor, mas não sozinhos, por que a nossa fraqueza humana nos surpreende continuamente à beira do caminho. Elas decidem percorrer este caminho em comunidade, como Família, por isso dizem o seu Sim de amor e doação à comunidade das Irmãs de Maria de Schoenstatt assumindo por inteiro a sua missão:

Ir. M. Antônia Menezes – Arquidiocese de Fortaleza, Ceará
Ir. M. Driene Viana da Silva – Diocese de Garanhuns, Pernambuco
Ir. Maria Jaci Silva de Morais – Arquidiocese de Olinda-Recife, Pernambuco
Ir. Mariana Macedo – Arquidiocese de Maceió, Alagoas
Ir. M. Wanessa Ferreira – Diocese de Caruaru, Pernambuco

Fotos da Vestição 

Erste Einkleidung im Nordosten Basiliens

      Video da Vestição             Video da homilia